Multas ficarão mais caras a partir de novembro 2016.

As multas de trmultas de transitânsito ficarão mais caras a partir de 5 de novembro. Os reajustes variam entre 52% e 66%, de acordo com lei publicada nesta sexta-feira (6), pelo governo federal, no Diário Oficial da União e que determina prazo de 180 dias para que as medidas entrem em vigor.

A infração leve terá a maior alta, de 66%, passando de R$ 53,20 para R$ 88,38. A infração média aumenta 52%, de R$ 85,13 para R$ 130,16, e a grave, que terá o mesmo porcentual de reajuste, de R$ 127,69 para R$ 195,23. Já a gravíssima sobe 53%, de R$ 191,54 para R$ 293,47.

A legislação também altera a punição para quem for flagrado usando o celular ao volante. Essa infração foi reclassificada, passando de média para gravíssima, com multa de R$ 293,47. Quem estacionar em vagas reservadas para deficientes e idosos sem a credencial que comprove sua condição poderá ser multado por infração gravíssima.

Além disso, novas infrações também foram criadas pela medida. O motorista que se recusar a fazer teste do bafômetro ou exame que permita verificar o nível de álcool no sangue vai pagar R$ 2.934,70, além de ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por 12 meses. Já quem deliberadamente usar qualquer veículo para “interromper, restringir ou perturbar a circulação” em ruas, estradas ou rodovias sem autorização da entidade de trânsito vai pagar R$ 5.869,40 e ter a carteira suspensa por até 1 ano.

 

SEGUE ABAIXO A TABELA DOS NOVOS VALORES:

 

MULTAS 01

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *